Invictus Competition
Reply to topic
Author Message
Miguel
Posted: Tue Nov 13, 2012 1:56 pm Reply with quote
IC Official Driver
Joined: 06 Nov 2012 Posts: 211 Location: Porto-Portugal
HIDE HEIGHT

A altura de um carro é simplesmente é a distancia do fundo do carro parado ao chão. Altura é medida com o carro estacionado e nivelado. Simples de entender...

Ajustar a altura de um carro parece uma tarefa bastante fácil, mas certamente não é. A altura variará com o carro em movimento na pista, downforce, pitch, roll, movimentos da suspensão e outros fatores alterarão a distância real entre o fundo do carro e o chão e obviamente alterará a altura medida.

Mas aonde realmente isto faz efeito? Como dito antes, quanto mais asa traseira maior o downforce e menor a velocidade máxima.

Ajustando suspensão e aerodinâmica corretamente, é possível adquirir uma altura muito baixa.

Há duas razões que explicam o motivo por uma altura baixa ser melhor.

1 - Uma baixa altura mantém baixo o centro de gravidade do carro. (ForçasG).
Um baixo FG reduz a inclinação (rolagem) nas curvas. Abaixar o centro de gravidade traz benefícios em curvas e travagens. A vantagem é que o carro roll (inclinação lateral) e pitch (mudanças dos springs) menos como resultado do centro de gravidade mais baixo, mais resposta a mudança de direção ou travagem.

2 - O fundo do carro é bem próximo a superfície da pista pois diminui a passagem de ar sob o fundo do carro e aumenta a eficiência do efeito-solo. O ar quando passa por este espaço cria um efeito chamado venturi gerado pela abertura entre o fundo do carro e a superfície da pista e gera uma sucção ou downforce que melhora a aderência e tração dos pneus. Neste caso é vital que a altura dianteira seja menor que a altura traseira. Todo o fundo do carro gera um efeito que funciona como uma asa invertida.

Basicamente, a baixa altura do carro faz o ar passar mais depressa sob o carro (vai mais rápido que o ar sobre o carro). Esta diferença de pressão estática proporciona uma força descendente global no carro - downforce.
Este princípio é muito parecido ao que dita como podem ser usadas asas para gerar downforce, só que no caso de uma asa é a geometria do aerofólio que resulta na diferença de pressão pelas superfícies superiores e inferiores.



A principal razão para uma baixa altura porém, é por razões aerodinâmicas. Reduzindo a altura aumenta o downforce.
O downforce ganho pela altura mais baixa não aumenta o arrasto aerodinâmico. Assim, é mais desejável diminuir a altura que aumentar as asas.

Abaixando a altura, você adquire pressão aerodinâmica (downforce) extra sem qualquer aumento significante de arrasto aerodinâmico (arrasto aerodinâmico causa menor velocidade máxima).
Portanto, reduzir a altura do carro é sempre melhor do que aumentar o ângulo dos aerofólios.
Você tem que ter certeza de ter o carro tão baixo quanto possível. Isso, porém, precisa ser cuidadosamente calculado, pois um carro baixo demais causa maior desgaste da prancha.

Um modo para ter certeza que altura em movimento trabalha próximo da altura estacionária medida, é correr com a suspensão extremamente dura. Isto não é desejável pois o carro estará muito ágil, arisco para os pilotos e o consumo de pneu será alto.

É importante que o carro não toque o solo. Quando o carro tocar o solo, você perderá velocidade e você também pode desgastar a prancha e ser desclassificado.
Claro que nós temos que evitar o carro bater no chão, mas nós não podemos usar um carro muito alto desde quanto mais baixo o carro mais downforce.
Assim nós teremos que achar o compromisso entre um carro baixo e um carro alto para evitar arrastar o fundo do carro no solo. Basicamente quanto mais baixo melhor, até um certo ponto é claro.

O fator que limita a menor altura é obviamente o fundo do carro que vai arrastar contra o solo.
Quando o carro está em movimento, o downforce a as ondulações da pista fazem variar a altura.

Isto normalmente acontecerá nas áreas mais baixas do circuito:
· quando estiver travando para entrar numa curva lenta após umas curvas de alta velocidade;
· nas curvas extremamente velozes;
· nas partes onduladas da pista;
· onde o downforce estiver em seu efeito máximo (normalmente na seção mais veloz da pista, quando as asas estarão produzindo o nível maior de pressão aerodinâmica).

Correr com suspensão mais macia realmente não é a resposta, se a suspensão é muito macia e a altura é muito baixa, o carro com certeza vai arrastar no solo diminuindo a velocidade do carro. Um acordo entre suspensão rígida e suspensão macia tem que ser feita.

Geralmente em termos de aderência "quanto mais baixo melhor", mas você deve ter cuidado com a prancha de madeira que está debaixo do carro, ela acusará se a altura está muito baixa.

Você viu que a única forma de manter a prancha distante do solo quando as molas são comprimidas pelo DOWNFORCE é levantando a altura do carro.
A desvantagem disto é a perda do DOWNFORCE. A outra desvantagem é que o carro roll (inclinação lateral) e pitch (arremetida) em excesso como resultado do centro de gravidade mais alto, assim, menos resposta a repentina mudança de direção ou travagem.

Pressão aerodinâmica, transferência de peso e ondulações da pista provocam variações na altura geral do carro. A altura deve ser suficiente alta para manter o chassi distante do solo quando a mola estiver comprimida, no entanto deve estar tão baixo quanto possível para aumentar a pressão aerodinâmica sob o carro.
O ajuste da altura do carro depende do ajuste das molas; o carro precisa estar mais alto se as molas são muito macias. Um alto FG provoca maior inclinação.

Ângulo Rake
A altura também tem uma parte no equilíbrio global do carro, desde que abaixando o carro o downforce naquele eixo do carro aumenta, e assim gera mais aderência sobre estes pneus.
Carros normalmente são ajustados com a altura dianteira (medido ao eixo dianteiro) mais baixa que a altura traseira (medido do eixo traseiro). Esta relação é conhecida como "rake". Assegura que o carro produz downforce e não sustentação. Há um rake ideal ao qual carros correm, entretanto existe um limite e além de um certo ponto qualquer redução extra na altura pode, de fato, aumentar o arrasto e promover sustentação.
Existe uma relação ideal, quando o carro está em movimento. A altura traseira deve ser sempre mais alta do que a altura dianteira.
Você tem que ajustar esta diferença de valores de tal modo que não cause oversteer ou understeer. Você tem que testar e decidir qual melhor.
Quanto mais baixa a dianteira ou mais alta a traseira causará oversteer, e
Quanto mais alta a dianteira ou mais baixa a traseira causará understeer.
Abaixando a altura na dianteira aumentará a aderência no eixo dianteiro e causará oversteer em um carro equilibrado ou corrigirá understeer, e o oposto se você diminui altura traseira.
Ajuste o carro para a mais baixa altura possível e então afine aumentando a dianteira ou a traseira só um pouco para manter um equilíbrio neutro.

Quadro: Como maximizar downforce e minimizar desgaste da prancha.

Abaixando a altura dianteira: Levantando a dianteira:
Dianteira recebe mais downforce. Dianteira recebe menos downforce.
Aumenta saída de traseira nas curvas velozes porque a dianteira recebe mais downforce. Aumenta saída de frente nas curvas velozes porque a dianteira recebe menos downforce.
Mais chance de desgaste da prancha na dianteira. Menor chance de desgaste da prancha na dianteira.
Impede o uso de molas dianteiras macias em superfície ondulada. Permite o uso de molas macias para melhorar performance sobre bumps.
Força o aumento de packers na dianteira. Permite remoção de packers na dianteira para aumentar o curso da suspensão sobre bumps.

Abaixando a altura traseira: Levantando a traseira:
Traseira recebe mais downforce. traseira recebe menos downforce.
Aumenta saída de frente nas curvas velozes porque a traseira recebe mais downforce. Aumenta saída de traseira nas curvas velozes porque a traseira recebe menos downforce.
Aumenta total downforce.
Mais chance de desgaste da prancha na traseira. Menor chance de desgaste da prancha na traseira.
Impede uso de molas traseiras macias para superfície ondulada ou para tração extra. Permite uso de molas macias para melhorar performance sobre bumps e tração nas saídas de curvas.
Força o aumento de packers na traseira. Permite remoção de packers na traseira para aumentar o curso da suspensão sobre bumps.

Abaixando traseira e dianteira: Levantando traseira e dianteira:
Mais chance de desgaste da prancha traseira e dianteira. Menor chance de desgaste da prancha traseira e dianteira.
Impede uso de molas macias na traseira e dianteira. Permite uso de molas macias para melhorar performance sobre bumps.
Força o aumento de packers na traseira e dianteira. Permite remoção de packers na traseira e dianteira para aumentar curso da suspensão sobre bumps.
Mais downforce na traseira e dianteira.



Rolagem - O ângulo entre o corpo do carro e um eixo longitudinal. Rolagem é causado por forças centrífugas e superfícies de pista desniveladas.



Pitch - O ângulo entre o chassi do carro e um eixo transversal. Pitch é causado pela aceleração ou desaceleração do carro. É muito notável durante forte frenagem, o carro tende a afundar a dianteira. O diagrama mostra um carro que pitch devido a aceleração (exagerado).

_________________
train hard !!! to get a hard time , that's my goal
View user's profile Send private message Send e-mail MSN Messenger
Nano Al
Posted: Tue Nov 13, 2012 8:15 pm Reply with quote
IC Official Driver
Joined: 02 Nov 2012 Posts: 180
Idea Wink Rolling Eyes

_________________
Driving is easy, go fast is other thing
View user's profile Send private message Visit poster's website

Display posts from previous:  


All times are GMT
Page 1 of 1
Post new topic

Jump to:  

You cannot post new topics in this forum
You cannot reply to topics in this forum
You cannot edit your posts in this forum
You cannot delete your posts in this forum
You cannot vote in polls in this forum
ZONA3
 
mostrar

Crea tu foro | foros de Carrerra | | soporte foros | Contactar | Denunciar un abuso | FAQ | Foro ejemplo